Não fui reformado! Fui transformado por Deus!


Não fui reformado! Fui transformado por Deus! (Rom:12:2)

Veja na Bíblia os 5 PONTOS DO ARMINIANISMO. E veja aqui mais itens sobre Arminianismo.

Nesse blog não fazemos proselitismo. Esse é um blog pentecostal voltado para pentecostais. E surgiu justamente porque vi muitos pentecostais sendo ingenuamente atraídos por blogs reformados que atacam o pentecostalismo. Amo e respeito meus irmãos reformados. E minha visão é que devemos unir forças para evangelizar o mundo ao invés de ficar digladiando entre nós. Discordo da teologia reformada e do calvinismo, mas sem desrespeitar meus irmãos reformados. Temos muito em comum.

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Deus está no Controle?

DEUS ESTÁ NO CONTROLE?
Muita gente acredita que tudo que acontece foi porque Deus quis assim. Será mesmo?

DEUS NÃO ESTÁ NO CONTROLE DE TODOS OS EVENTOS

Quando alguém morre num acidente ou acontece uma tragédia logo alguém diz "Deus quis assim". Isso chama-se determinismo, e não faz parte da fé bíblica. Na Bíblia nós somos responsáveis por nossos atos e a Terra possui leis naturais que operam de forma autônoma.

Vou dar exemplos de situações comuns:
1) Uma pessoa contrai gripe ou malária porque entrou em contato com o vírus.
Deus não quis que a pessoa ficasse doente. Há leis naturais operando e desde a queda no Éden há doenças na Terra. A pessoa enferma pode orar para que Deus a cure. Mas o importante é saber que não foi Deus quem enviou a doença e que, se a pessoa for cristã, Ele transformará o mal em bênção pois é uma promessa para os que O amam (Rom 8.28). Deus pode usar isso de várias formas, inclusive para promover o crescimento espiritual do crente aperfeiçoando seu caráter (Rom 5.3-5, Tiago 1:2-4).

[Observação: vale mencionar que há casos onde a doença é enviada por demônios, como aconteceu com Jó, com o apóstolo Paulo e com a mulher corcunda (Lucas 13.10-17), dentre outros exemplos.]

2) Uma pessoa contrai câncer porque fumou a vida inteira. Outra pessoa não cuida da alimentação, passa a ter colesterol alto e sofre um infarto.
Novamente: Deus não quis que a pessoa ficasse doente. A pessoa está colhendo as consequências de sua escolha. Trata-se de leis naturais. A pessoa enferma pode orar para que Deus a cure, mas o mais importante é que Deus transformará o mal em bênção na vida dos que O amam (Rom 8.28). De alguma forma Deus usará isso para o bem da pessoa se ela for cristã.

3) Um casal que vive brigando cria um filho rebelde que cai nas drogas.
Novamente: Deus não quis isso. O casal está colhendo as consequências de sua escolha. Mas podem se arrepender e se voltar para Deus, e então começará um processo de restauração (Efésios 2.1-10).

4) Uma pessoa boa se envolve num acidente e morre.
Novamente afirmo que Deus não quis isso. Infelizmente o ser humano é mortal desde a queda no Éden. Em muitos casos quando uma pessoa está debaixo de oração recebe livramento de acidentes, mas nem sempre isso acontece. De qualquer forma Deus não quis aquela morte trágica. A Bíblia fala que nossos dias estão contados (Jó 14.5), ou seja, todos nascemos com um tempo de vida limitado (morte natural). Mas podemos antecipar nossa partida dessa vida (morte por doença, acidente, suicídio, etc). Essa antecipação não é da vontade de Deus, mas ocorre muitas vezes. Por exemplo: Deus determinou a alguém um limite de 90 anos de vida, mas a pessoa se suicida aos 25. Isso não foi decretado por Deus!

[Em suma: via de regra, Deus não é o causador dos males que atingem as pessoas. A única exceção é quando Deus precisa punir uma pessoa, um grupo ou um povo por se rebelarem abertamente contra ele. É o caso de Herodes (Atos 12:23), de Ananias e Safira (Atos 5.1-11), de Elimas (Atos 13.8-12), da profetiza Jezabel (Ap 2.22), dos fariseus orgulhosos (Mt 13.13-15) e do povo de Sodoma e Gomorra (Gn 13.13 e 18.20). Nesses casos a tragédia é resultado da ira de Deus. Mas a Bíblia fala claramente que Deus é tardio em irar-se (Ex:34:6, Salmo 78.38 e 103.8, Naum 1.3) e isso só acontece quando alguém enche a taça da ira de Deus (Gn 15.16). Certamente não é o caso de um cristão temente a Deus. 
No NT temos o caso de Paulo que ficou enfermo e declara que isso veio de um mensageiro de Satanás - ele orou e Deus não quis curá-lo para impedir que ele ficasse soberbo (2 Co 12.7). Isso comprova que Deus usa tudo para o nosso bem (Rom 8.28).]

5) Um cristão fica doente e acaba sendo hospitalizado. Lá no hospital ele fala de Jesus para o companheiro de quarto e este se converte. Aí o cristão diz: "Agora entendi porque fiquei doente!"
Vou dizer o que creio: Deus não enviou essa doença ao crente. O cristão foi acometido por essa enfermidade pelas leis naturais. O que acontece é que Deus sempre transforma em bênção aquilo que acontece na vida dos que O amam (Rom 8.28). Deus usou a situação da enfermidade para salvar aquele colega de quarto, mas não creio que Deus tenha enviado a doença. Não temos nenhum caso no NT onde Deus envie uma doença para que a pessoa tenha oportunidade de evangelizar alguém. Sabemos que no NT a igreja sofreu perseguição e Deus a transformou em bênção (Paulo escreveu muitas cartas estando preso; a destruição de Jerusalém em 70dC fez muitos cristãos migrarem e fundarem igrejas), mas não foi Deus que enviou perseguição à Igreja. A perseguição é uma reação do sistema mundano que se opõe ao evangelho. Cabe a nós cristãos andarmos por fé em toda e qualquer situação!

6) Um cristão gasta demais e passa apertos financeiros.
Novamente afirmo que colhemos as consequências de nossas escolhas. Podemos clamar a Deus por socorro, mas normalmente Ele vai nos pedir uma mudança de atitude antes de nos ajudar a sair da enrascada em que nos metemos. Há casos, porém, em que os problemas financeiros surgem por fatos inesperados (carro estragou, tempestade destelhou a casa, enchente, crises econômicas, inadimplência, etc) e mesmo nessa hora a atitude do crente deve ser de confiança em Deus. Estamos sujeitos a passar por tribulações, mas Deus está sempre conosco e podemos confiar que Ele cuida de nós.
  • Filipenses 4:11-13 Não estou dizendo isso porque esteja necessitado, pois aprendi a adaptar-me a toda e qualquer circunstância. Sei o que é passar necessidade e sei o que é ter fartura. Aprendi o segredo de viver contente em toda e qualquer situação, seja bem alimentado, seja com fome, tendo muito, ou passando necessidade. Tudo posso naquele que me fortalece.
  • Romanos 14:17 Pois o Reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, paz e alegria no Espírito Santo;
  • Mateus 6:31-33 Portanto, não se preocupem, dizendo: ‘Que vamos comer? ’ ou ‘que vamos beber? ’ ou ‘que vamos vestir? ’ Pois os pagãos é que correm atrás dessas coisas; mas o Pai celestial sabe que vocês precisam delas. Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas.

DEUS CONTROLA A VIDA DO CRENTE?
Todos precisamos entregar o controle de nossa vida a Deus. Isso significa que devemos nos submeter à vontade dEle: tanto a vontade revelada nas Escrituras quanto as instruções específicas que Ele nos dá. Quando andamos em obediência colhemos o fruto dessa fidelidade. A meta do cristão é deixar Deus controlar nossa vida o máximo possível, deixar Jesus ser Senhor de cada área de sua vida.
  • Gal 2:20 Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim.
  • Col 3:14 Acima de tudo, porém, revistam-se do amor, que é o elo perfeito.
  • Efésios 4:22-25 Quanto à antiga maneira de viver, vocês foram ensinados a despir-se do velho homem, que se corrompe por desejos enganosos, a serem renovados no modo de pensar e a revestir-se do novo homem, criado para ser semelhante a Deus em justiça e em santidade provenientes da verdade. Portanto, cada um de vocês deve abandonar a mentira e falar a verdade ao seu próximo, pois todos somos membros de um mesmo corpo.
É sabido, porém, que todos pecamos em alguns momentos justamente quando falharmos em cumprir a vontade de Deus.
  • 1Jo 1:8-9 Se afirmarmos que estamos sem pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça.
Deus busca guiar nossa vida de muitas formas, mas Ele não exerce um controle absoluto como um Titereiro (não nos torna marionetes!). Ele espera nossa obediência livre, pois foi para isso que nos libertou:
  • Romanos 6.12-14: Portanto, não permitam que o pecado continue dominando os seus corpos mortais, fazendo que vocês obedeçam aos seus desejos. Não ofereçam os membros dos seus corpos ao pecado, como instrumentos de injustiça; antes ofereçam-se a Deus como quem voltou da morte para a vida; e ofereçam os membros dos seus corpos a ele, como instrumentos de justiça. Pois o pecado não os dominará, porque vocês não estão debaixo da lei, mas debaixo da graça.
Em suma: Deus governa a vida do crente e cuida dele, mas não controla a vida do crente!

[Observação: É comum as pessoas dizerem "Deus está no controle" para aqueles que estão passando por um momento de preocupação. Na verdade as pessoas querem dizer "Deus está cuidando de você". É verdade que Deus cuida dos Seus (1Pe 5:7), mas Ele não está no controle como quem comanda cada acontecimento. A vida na Terra segue leis naturais autônomas, mas ainda assim Deus cuida dos Seus filhos. Leia esses textos bíblicos: Mateus 6.31-32, Salmo 9:9-10, Salmo 23, Salmo 27:1-3, Salmo 121:5, Isaías 64:4.

Dito isso quero explicar que acredito que Deus intervém bastante na vida dos seus filhos, especialmente criando circunstâncias que nos direcionam para algo que Ele deseja. Mas Ele trabalha através de nossas escolhas. Deus tem planos pessoais para nós, e mesmo que nossos erros, pecados, incapacidades pareçam atrapalhar seus planos, ele ainda é capaz de usar o mal para o bem. Veja a história de José que foi vendido como escravo. Deus usa os problemas e dores para nos transformar e cumprir Seu plano em nós, embora nos seja possível resistir até o fim.]

DEUS CONTROLA A IGREJA?
Da mesma forma que o crente é guiado por Deus, a igreja é liderada por Ele.
  • Efésios 5:23 Cristo é o cabeça da igreja, que é o seu corpo, do qual ele é o Salvador.
Deus busca governar sobre cada igreja local tratando com seus líderes para que ensinem a sã doutrina e levem a igreja a depender dEle.
  • Atos 13:2 Enquanto adoravam ao Senhor e jejuavam, disse o Espírito Santo: "Separem-me Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho chamado".
  • Atos 15:28-29 Pareceu bem ao Espírito Santo e a nós não impor a vocês nada além das seguintes exigências necessárias: Abster-se de comida sacrificada aos ídolos, do sangue, da carne de animais estrangulados e da imoralidade sexual. Vocês farão bem em evitar essas coisas. Que tudo lhes vá bem.
Mas nem sempre isso é obedecido pelo homem.  No AT temos o clássico exemplo de Jonas fugindo da ordem de Deus. No NT temos alguns exemplos também:
  • Gal 2:14 Quando vi que não estavam andando de acordo com a verdade do evangelho, declarei a Pedro, diante de todos: "Você é judeu, mas vive como gentio e não como judeu. Portanto, como pode obrigar gentios a viverem como judeus?
  • Apocalipse 2:18-23 Ao mensageiro da igreja em Tiatira escreva: Estas são as palavras do Filho de Deus, cujos olhos são como chama de fogo e os pés como bronze reluzente. Conheço as suas obras, o seu amor, a sua fé, o seu serviço e a sua perseverança, e sei que você está fazendo mais agora do que no princípio. No entanto, contra você tenho isto: você tolera Jezabel, aquela mulher que se diz profetisa. Com os seus ensinos, ela induz os meus servos à imoralidade sexual e a comerem alimentos sacrificados aos ídolos. Dei-lhe tempo para que se arrependesse da sua imoralidade sexual, mas ela não quer se arrepender. Por isso, vou fazê-la adoecer e trarei grande sofrimento aos que cometem adultério com ela, a não ser que se arrependam das obras que ela pratica. Matarei os filhos dessa mulher. Então, todas as igrejas saberão que eu sou aquele que sonda mentes e corações, e retribuirei a cada um de vocês de acordo com as suas obras.
Em suma: Deus governa a Sua Igreja, mas não controla Sua Igreja com um Titereiro!

DEUS ESTÁ NO CONTROLE DA HISTÓRIA DA SALVAÇÃO
Ele já determinou o dia da volta de Cristo e os eventos finais.
Mas no presente Deus intervém geralmente quando clamamos por Ele.
Em outras palavras: DEUS ESTÁ NO COMANDO, NÃO NO CONTROLE.

COMENTÁRIOS FINAIS
Como sou teologicamente arminiano esse tema é muito claro pra mim. Mas vou postar abaixo um vídeo de um pastor calvinista explicando o assunto (e inclusive criticando os hipercalvinistas que defendem o determinismo). Discordo do Ariovaldo Ramos em muitas coisas (como TMI, esquerdismo e calvinismo), mas esse vídeo é muito esclarecedor.


Observações sobre o vídeo:
1) O livro "Uma Vida com Propósitos" citado no vídeo é um bom livro. Apenas o capítulo 1 é que soa determinista. No mais, o livro é excelente!
2) Não concordo com o ódio que esquerdistas (como o Ari) nutrem pelos americanos. Mesmo que todos fossem ricos (o que não é verdade) ainda assim mereceriam nosso respeito e amor. Veja esse post sobre a luta de classes:

PS.: Confira ainda esse post: Deus faz o mal?

terça-feira, 3 de junho de 2014

Vida e Obra de Armínio

VIDA E OBRA DE JACÓ ARMÍNIO

Palestra de Wellington Mariano.